as assembly and print reports for the directing stairs

as assembly and print reports for the directing stairs

Moral siege dinner

Assédio moral causa sequelas morais and psicológicas

Uma attempted suicide chocou o mundo do direito and disparou um alerta sobre o tratamento dado a estagiários do branch.

In August, um jovem estagiário se jogou do sétimo andar de um dos escritórios de advocacia mais renomados do país, or Mattos Filho.

A queda, que ocorreu during or expediente, foi amortecida por um tello no térreo do prédio. O jovem foi atendido no local and encaminhado ao hospital com vida. Apesar das lesões, ele pass bem.

Or excritório Mattos Filho afirmou por meio de um comunicado à imprensa que “complains or accident” and que ofereceu toda a assistência ao jovem, seus familiares and colegas de trabalho.

O ocorrido causau revolta. Nas redes sociais, inúmeros relatos passaram a denunciar condições abusivas de trabalho que muitos estagiários de Direito têm de enfrentar em suas primeiras experiências profissionais.

O perfil do Instagram “Escritórios expostos” (@escritoriosexpostos) surgiu as a page that recolhe and expõe relatos de assédio moral and sexual vividos em escritórios de advocacia.

Com mais de 50 mil Seguidores, as histórias publicadas pelo perfil revelam um mundo de cobranças absurdas, prazos irreais and interpessoal grosseiro and abusive treatment.

O estagiário de Direito Thiago *, de 24 anos, conta que viveu this culture of trabalho tóxica em alguns dos maiores escritórios da capital paulista e relata jornadas de trabalho exaustivas e incompatíveis com come diretrizes de um estágio.

“Cansei de ficar mais de 12 hours no escritório. It was comum trabalhar até 22h ou no final de semana”, diz.

Segundo or estudante, a lógica dos locais waves trabalhou indicated that sair no horário correto was sinal de que o funcionário estava sem trabalho.

“If você não ficasse até mais tarde, it was pressionado.

Além disso, as metas estabelecidas pelos chefes não eram condizentes com a realidade, diz Thiago. “Eles dobravam a meta todo mês. Diziam que, se você conseguiu atingir a meta anterior, contiiria atingir a nova.”

A pressão também was a constant um fator. Ele relata que, em um dos escritórios so he trabalhou, reuniões eram marcadas in case he não achieved entregar tudo or que lhe foi pedido. “A reunião was feita aos gritos, and você was ofendido de inúmeras maneiras.”

Tiago diz que não foram poucas as vezes que viu colegas de estágio terem crisis de choro during or expediente.

In certain ocasião, ele conta, uma estagiária saiu no meio do almoço em prantos, and uma das sócias do escritório olhou para aquela situação and afirmou que chorar no Ambiente profissional was like um rito de passagem para trabalhar ali.

“Eu me demiti de um dos escritórios porque não consequia mais ficar lá”, relata or estudante. “Estava no meio de uma crise de ansiedade e só queria sair daquele lugar. Saí dali aos prantos e quase fui atropelado, queria me jogar do primeiro local que encontrasse.”

Desde esse accident, Thiago passed to fazer acompanhamento psicológico, psiquiátrico and to tomar remédios.

‘O authoritarianism is a hardware store of quem não sabe comandar’

“O assédio moral no mundo da advocacia contra funcionários temporários existe de forma sistemática and escritórios de grande e médio porte”, afirma Roberto Heloani. Com formação em Direito e Psychologia, ele is professor and pesquisador from Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) and specialist sobre assédio moral no trabalho.

O pesquisador define o assédio moral como um produto de uma rede de violências estabelecidas em um environment profissional. Em um local waves pessoas são obrigadas a cumprir metas abusivas, cria-se uma rede de violência.

Engana-se, no entanto, quem caracteriza or assédio moral como uma prática individual. Para o pesquisador, ele é uma reflexo da pressão vivid em um environment.

“When a lógica de trabalho obriga alguém a cumprir metas a todo custo, isso cobra um preço na saúde mental. Or profissional acaba descontando it pressão em quem está mais próximo.”

It violência, segundo or pesquisador, costuma ser legitimada por uma estrutura hierárquica. “O assédio is caracterizado por uma asimetria de poder. Alguém tem um poder muito maior eo exerce de forma abusiva.”

“Por ser o elo mais fraco da current, é o estagiário quem muitas vezes sofre as pressões, estresses, cobranças and violências”, relata or pesquisador. “Or authoritarianism is a great hardware store from queles que não sabem comandar.”

Segundo ele, hove na última década um large number of cases de assédio morale contra funcionários temporários. Como não tem vínculo empregatício, or estagiário is entendido as um empregado deste type.

Em 2022, in Organização Internacional do Trabalho includes em its convention sobre violência and o assédio o estagiário as a category that must be protected.

O pesquisador entende que esse é um sinal do quão alarmante and real é a situação dos estudantes de Direito.

Objects that symbolize direito

‘Assédio no mundo da advocacia é sistemático’, afirma or pesquisador Roberto Heloani

Para Paulo Eduardo Vieira de Oliveira, professor at the Universidade de São Paulo (USP) and specialist in Direito do Trabalho, a relação de subordinação entre empregado e empregador faz com que assédios morais se desenvolvam com maior frequência nesses casis.

“O estagiário se encontra em uma posição de fragilidade, porque ele sabe que está sendo avaliado todos os dias. Com isso, está mais alzetível a sofrer pressões profissionais”, afirma Oliveira.

How ever is he in a position of um funcionário na hierarquia de uma empresa, maior or medo de ser demitido.

“O sonho de qualquer estudante is contracted. Logo, eles vão sentir maior pressão para ter uma conduta perfeita no emprego”, says Oliveira.

O mundo jurídico tem dois fatores que o particularly inclined to prática do assédio moral. “É umambiente de pessoas estressadas”, relata Heloani.

“Há uma quantidade de processos and uma demand de trabalho muito high. It is também um mundo muito hierárquico, que envolve muito poder.

Heloani guarantees that it is not justified in an abusive conduct, but it is important to enter it as a surge.

In an environment que trabalha com advogados, promotores, procuradores, juízes and outras formas de autoridades, quem não follows to distinguish autoridade de autoritarismo acaba cometendo assédio moral.

“Não há como fazer justiça em um environment waves as pessoas estão angustiadas”, reitera or pesquisador.

Precarização do trabalho

Além de todas as these citadas acima, um problem enfrentado por estagiários no direito is shaped like a posição foi sendo distortion ao longo do time.

O estágio deveria ser uma opportunidad de aprendizado, mas se tornou na practice uma form de mão de obra barata.

“Onde trabalhei, os estagiários tinham demandas de advogados”, afirma Thiago. “Muitas vezes, cuidávamos de processos sozinhos. Se tivéssemos dúvidas, éramos tratados com respidez.”

O estudante afirma que aqueles que não rendessem o que era esperado ou questionassem o trabalho exaustivo eram demitidos. “Sem direitos, os estagiários saiam com uma mão na frente e outra atrás”, relata Thiago.

Heloani diz que as empresas de advocacia contratam “escraviários”. “Com isso, a prática de assédio if it intensifies.”

Como a mão de obra is descartável, no primeiro sinal de rebeldia, a profissional convivência if it comes back in conflict. “It is in the form of colocar aquele sujeito para fora”, relata Heloani.

Natália *, aged 31, counts que viveu uma situação parecida. An advogada estava has alguns anos na posição de estagiária.

“Um professor me ofereceu uma vaga. Ele me falou que eu poderia estudar no escritório, então, aceitei”, diz. A vague, no entanto, it was de oito horas por dia, não de seis como send to her.

Natália afirma que não was instruída por seu chef and que, em diversos momentos, se sentia perdida, sem or conhecimento necessário para as tarefas. “Se ninguém te ensina, não tem como você saber o que é errado.”

Em certain ocasião, ela diz que trabalhou por dias em uma liminar que acabou sendo indeferida. Natália recordsa que seu chef of her in chamou na frente de todo or escritório and in humilhou, confirming that ela não was capaz de fazer algo simples-apesar de ainda haver possibilidade de recurso.

“Ele só não me chamou de burra porque não quis. Chorei copiously naquele dia.”

No dia Seguinte, segundo Natália, o chef a chamou no escritório and said que seria possível recorrer. A fundamentação utilizada pela estagiária estava correta.

“When foi pra me diminuir, a pessoa fez em frente a todo or escritório. Para pedir desculpas, foi no privado.”

Mesmo formada há mais de dois anos, Natália ainda if she feels chases when trabalha. “Eu me lembro daquela situação e me pergunto se sou capaz. When they type de assédio ocorre, você perdança. Começa a imaginar que está no lugar errado, que fez o curso errado.”

De acordo com a advogada, após o ocorrido, ela optou por sair do escritório and ficar sem trabalhar até se recover.

“Moro com meus pais e não tinha que me submeter a esse type de tratamento para sobreviver. Unhappily, conheço muitas pessoas que não tiveram essa opção.”

Heloisa Toledo, diretora do XI de Agosto, academic center de Direito da USP, diz que muitos alunos enxergam o estágio não só as uma oplentade de aprender, mas uma source de rend que possibilita manter-se na faculdade.

Moral siege dinner

Ambiente dos escritórios favorice or assédio, dizem especialistas

“O estudante de baixa renders muitas vezes recebe um salário no setor privado que é alto para seus parâmetros”, ponders. Filha de uma costureira com um gari, ela aponta que qualquer estágio que ela faça no setor privado go lhe pay maize do que os salários dos pais combinados.

“O estudante acaba encarando o estágio como um emprego e tem medo de perder a vaga e não achieve continuar na faculdade”, diz.

A contrapartida is that, apesar do salário maior, os estagiários não são trabalhadores formais amparados pela CLT. Isso cria uma brecha jurídica que possibilita inúmeros abuses.

“Os estagiários são cobrados as if we were advogados formados, when a maioria ainda está no terceiro ano da universidade”, says Heloisa.

Além da renda que o estágio proportciona, ela diz que uma “culture do medo” faz com que os estudantes se submetam a situações de assédio and abuse.

“Os escritórios conversam. Há um medo de denunciar, se expor e isso interferir na sua carreira jurídica.”

Thiago agrees: “O estagiário sabe que, se denunciar o que sofreu, hardly go arranjar outro emprego. Denunciar assédio moral é manchar sua carreira”.

O que pode ser feito?

“O estágio é uma experiência que toda pessoa que faz Direito deve ter”, afirma Heloani. Ele vê com muita sadza or fate de que jovens tenham seus sonhos profissionais destruídos por count do assédio moral.

“O estagiário is generally alguém que está entering na vida adult, eles ainda não estão formados. As agressões sistêmicas abalam de forma grave a saúde mental de alguém, podendo produzir ou agravar transtornos mentais.”

Both Thiago and Natália apresentaram sintomas de doenças mentais após suas experiências. Ambos consideram que estão melhores, graphics with medical treatment, medicação and ao passar do time, mas são categóricos ao afirmar que as experiências traumáticas deixaram marcas.

“Já perdemos jovens com potenciais brilhantes por conta dessa violência”, relembra Heloani.

O pesquisador entende que, to avoid this continuous occurrence, is necessary or engajamento de todas as esferas do mundo do Direito.

“É dever também from OAB [Ordem dos Advogados do Brasil] averiguar os casos and, if proven, punir os escritórios que practicam assédio “, diz Heloani.

Em note to BBC News Brasil, to OAB afirmou que a entidade “acompanha com preocupação cases de suposta assédio moral contra estagiários e advogados”.

“O combat aos diversos tipos de assédio é theme de uma ampla campanha nacional patrocinada pela OAB desde o primeiro semester. Além disso, or assumed está na pauta da próxima reunião, no início de setembro, do Colégio de Presidentes, instância que reúne todos os presidents of chambers das OABs nos Estados além da direção nacional da entidade. “

* Os nomis dos entrevistados foram alterados para preservar sues identidades.

– Text originally published am https://www.bbc.com/portuguese/brasil-62688303

Sabia que a BBC está também no Telegram? Inscreva-if no channel.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no Youtube? Inscreva-se no nosso canal!

Leave a Reply

Your email address will not be published.